Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de junho de 2011

O chapéu queridinho


Gente, esse chapéu de princesa da grife Saco de Luxo virou objeto de desejo de dezenas de senhoritas e até senhores, confira. Arranca suspiros. Mas, quem será vai ser a felizarda que vai pertencer a ele para sempre? A sorte foi lançada!








A arte da moldura - uma homenagem

Uma homenagem para pessoas que fazem a Rua 24 de Outubro um lugar feliz para se trabalhar e conviver.

"A moldura é como a roupa adequada para o corpo e a circunstância do homem.
Como o vestido que realça a beleza da mulher.
É como a casa que o arquiteto faz para quem vai morar dentro dela.
A morada da beleza de uma obra de arte é a eternidade.
Mas a sua casa no tempo é a moldura. Para cada pintura, cada gravura, é preciso saber criar com engenho e arte. Uma moldura que aconchegue o mágico inverno da beleza. A moldura é o vestido da Primavera, a casa das constelações". – Thiago de Mello









terça-feira, 28 de junho de 2011

Poconé para o mundo, pelas lentes de três mulheres

O fotógrafo gaúcho de alma Matogrossense Izan Petterle mais uma vez coloca nosso Estado em evidência no mundo. Ele acaba de divulgar no Site da National Geographic o ensaio fotográfico feito por três mulheres, uma dentista, uma contadora e uma artista plástica. As fotos foram produzidas em Poconé durante as festas da Cavalhada, Dança dos Mascarados e a Festa da Iluminação. Pura beleza! Confira no http://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/blog/fotografia-olhar-feminino-293890_comentarios.shtml?8166701.

Foto de Mari Levy

domingo, 26 de junho de 2011

Parabéns, amigo Luciano!

Hoje é seu dia, Luciano! Que nos 365 dias do ano tenha esse jeito feliz (ao lado dos seus amores Gi e Isadora), com muita harmonia, saúde e sucesso. Você é o amigo que todos gostam de ter ao lado, seu jeito engraçado e leve de encarar a vida é um modelo a ser seguido. Bem-vindo ao clube dos quase quarentões com muito orgulho! Abraço fraterno e carinhoso da  família Medeiros Dias e dos amigos de Cuiabá.

Vejo beleza nas flores


Flores nas roupas e acessórios, flores na decoração. Sim, amo flores, elas dão alegria e mais cor aos meus dias. A harmonia das flores acaba sendo uma terapia. Conheça alguns dos arranjos de flores que moram comigo. Como não consigo cultivar as vivas recorro às artificiais, gosto mesmo é da mensagem que elas passam para mim. Um dos meus desejos é ter uma casa rodeada de muitas flores naturais, infelizmente ainda não encontrei um jardineiro que o realize, mas continuo buscando.


Bule do Embu e arranjo capim cidreira

Vaso Instituto de Feng Shui e arranjo capim cidreira

Bacia do Empório das Artes e arranjo capim cidreira

Bule Empório das Artes e arranjo capim cidreira

Arranjo Keila Albernaz

Arte é aqui- Rua 24 de Outubro

Arte é aqui- Rua 24 de Outubro

Clique em www.rua24deoutubro.com.br e veja um ensaio do fotógrafo mirim Pedro Augusto sobre a arte da rua mais charmosa de Cuiabá!


sábado, 25 de junho de 2011

Não se preocupe

"Aproveite a vida e não se preocupe, porque mais da metade das coisas que o preocupam jamais acontecerá"- Des O´ Connor

Fé na Janela

Janela Arte Presente: Fé na Janela: "A artista Adriana Milano idealizou objetos especialmente para a Janela. Entre os mimos que chegaram estão os santos Bento (protetor de todas..."

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Incompletude do homem


"A maior riqueza do homem

é a sua incompletude.

Nesse ponto sou abastado.

Palavras que me aceitam como sou - eu não aceito.


Não agüento ser apenas um sujeito que abre portas,

que puxa válvulas, que olha o relógio,

que compra pão às 6 horas da tarde,

que vai lá fora, que aponta lápis,

que vê a uva etc. etc.


Perdoai

Mas eu preciso ser Outros.

Eu penso renovar o homem usando borboletas"- Manoel de Barros

Faça seu jacá

Se você vai fazer aniversário, chá de panela ou de casa nova, a novidade da hora é montar seu jacá na Janela. Simples assim. Você escolhe os presentes que deseja ganhar, nós montamos o jacá, avisamos seus amigos e pronto. Depois é só comemorar! Outras informações: 3054.3346.




A Janela fica na Rua 24 de Outubro, 566, bem atrás do Hotel Deville

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Cátia Matsubara, a pequena notável da Vila Maria

Pequena na altura, grande em sentimentos e boas ideias. Carrega no coração muito amor, distribuído com um sorriso ímpar. Cátia Matsubara, a arquiteta que vai habitar a Vila Maria e já conquistou nosso coração. Ela exala profissionalismo por todos os poros. Confira momentos exclusivos da Cátia com a mão na massa, literalmente, nos últimos preparativos para sua sala na Vila. Estamos radiantes com sua presença, Cátia!

Ela põe a mão na massa, de bem com a vida

Com a ajuda do chapadense Kyno

Gente da gente

Apresentando o tão esperado piso com a janelinha Marcia

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Amamos a Maria Flor

Um lugar aconchegante, organizado, com roupas lindas e atendimento jeito Iramara de ser, com muita classe e ética. Por acaso três das fiéis clientes da Loja Maria Flor se encontraram ontem na hora do almoço e, claro, não íamos perder a chance de um flash. Nida (Cianinha), euzinha e a advogada Elizeth. A minha blusa é Maria Flor! O endereço da loja é Rua um, Boa Esperança, ao lado da Cianinha. Fone: 3028.7092.


Com minha amiga querida, Ira

Doutora Elizeth ainda mais chique com um colete Maria Flor

terça-feira, 21 de junho de 2011

BH&Cuiabá, unidas pelo bom gosto da Mary Design

O que Cuiabá e Belo Horizonte tem em comum além de muita gente bacana? O bom gosto pelos acessórios Mary Design. A Cris Guerra, do Blog Hoje Vou Assim, desfila o colar descolado da grife Mary Design. Em Cuiabá, a advogada Luciana Serafim, desfila elegância com o mesmo colar, comprado na Janela, é claro! Nos orgulhamos dessa parceria.


Fabrício Carpinejar: tempo é ternura

Para mim um dos poetas atuais e de todos os tempos  é o gaúcho Fabrício Carpinejar, a suavidade como ele trata assuntos tão importantes é de uma beleza e magia incríceis. Hoje estou nas nuvens com esse texto dele publicado no Zero Hora e compartilho contigo, querido leitor.

Meninos que inundam minha vida de ternura e amor

Viver tem sido adiantar o serviço do dia seguinte. No domingo, já estamos na segunda, na terça já estamos na quarta e sempre um dia a mais do dia que deveríamos viver. Pelo excesso de antecedência, vamos morrer um mês antes.
Está na hora de encarar a folha branca da agenda e não escrever. O costume é marcar o compromisso e depois adiar, que não deixa de ser uma maneira de ainda cumpri-lo.
Tempo é ternura.
Perder tempo é a maior demonstração de afeto. A maior gentileza. Sair daquele aproveitamento máximo de tarefas. Ler um livro para o filho pequeno dormir. Arrumar as gavetas da escrivaninha de sua mulher quando poderia estar fazendo suas coisas. Consertar os aparelhos da cozinha, trocar as pilhas do controle remoto. Preparar um assado de 40 minutos. Usar pratos desnecessários, não economizar esforço, não simplificar, não poupar trabalho, desperdiçar simpatia.
Levar uma manhã para alinhar os quadros, uma tarde para passar um paninho nas capas dos livros e lembrar as obras que você ainda não leu. Experimentar roupas antigas e não colocar nenhuma fora. Produzir sentido da absoluta falta de lógica.
Tempo é ternura.
O tempo sempre foi algoz dos relacionamentos. Convencionou-se explicar que a paixão é biológica, dura apenas dois anos e o resto da convivência é comodismo.
Não é verdade, amor não é intensidade que se extravia na duração.
Somente descobriremos a intensidade se permitirmos durar. Se existe disponibilidade para errar e repetir. Quem repete o erro logo se apaixonará pelo defeito mais do que pelo acerto e buscará acertar o erro mais do que confirmar o acerto. Pois errar duas vezes é talento, acertar uma vez é sorte.
Acima da obsessão de controlar a rotina e os próximos passos, improvisar para permanecer ao lado da esposa. Interromper o que precisamos para despertar novas necessidades.
Intensidade é paciência, é capricho, é não abandonar algo porque não funcionou. É começar a cuidar justamente porque não funcionou.
Casais há mais de três décadas juntos perderam tempo. Criaram mais chances do que os demais. Superaram preconceitos. Perdoaram medos. Dobraram o orgulho ao longo das brigas. Dormiram antes de tomar uma decisão.
Cederam o que tinham de mais precioso: a chance de outras vidas. Dar uma vida a alguém será sempre maior do que qualquer vida imaginada.

Casa dos Projetos, arquitetura de bom gosto e barata

Mariana Vilela, Patrícia Franco, Patrícia Marques, Camila Machado e Diana de Paula. Essas meninas jovens e antenadas acabam de inaugurar um espaço inovador e inédito em Cuiabá: A Casa dos Projetos, arquitetura a um preço justo, com respeito ao seu jeito de ser. Com a sensibilidade feminina e um jeito todo especial de ser a Casa dos Projetos é o que há de mais moderno pois tem a sustentabilidade como filosofia de vida. Contato: 3054.3258.



Esq. para direita: Mariana Vilela; Patrícia Franco; Patrícia Marques; Camila Machado e Diana de Paula

Delicadezas de Mary Jay e Ruth Albernaz

Janela Arte Presente: Delicadezas de Mary Jay e Ruth Albernaz: "Unir as delicadezas das artistas Ruth Albernaz e Mary Jay é um privilégio da Janela. A loja está repleta de coisinhas charmosas das duas par..."
 

.: Felicidade no jardim

Um passeio com crianças no parque resulta em momentos eternos. O ensaio é de Pedro Augusto e pode ser visto nohttp://www.fotografopedroaugusto.blogspot.com/


Conforto e beleza

"O conforto possui formas. O amor cores. Uma saia é feita para se cruzar as pernas e uma manga para se cruzar os braços.” – Coco Chanel

segunda-feira, 20 de junho de 2011

domingo, 19 de junho de 2011

Janela, oito meses de alegria!

Janela Arte Presente: Janela, oito meses de alegria!: "Hoje é um domingo de sol e festa. Nossa amada Janela completa oito felizes meses e, a cada dia, fica mais ensolarada e recebe mais gente de ..."

Parabéns, Carol Joana!

Janela Arte Presente: Parabéns, Carol Joana!: "Hoje se comemora o aniversário da menina mais citada na Janela nos últimos dez dias: Carol Joana, ela que criou uma forma inusitada de ganha..."

sábado, 18 de junho de 2011

"Diamantes" novos do Marcão


O Empório das Artes está repleto de novos “diamantes”, achados do Marcão, o moço que já foi notícia  neste espaço, o felizardo que vive rodeado de móveis antigos e restaurados. São  memórias e histórias, muitas histórias. Além de vender objetos raros, Marcão faz reformas com muito capricho.

O endereço do Marcos ou Marcão (como gosto de chamá-lo, pois para mim ele é superlativo), é  Avenida São Sebastião, número 2084, próximo ao semáforo da Avenida dom Bosco (lado esquerdo). Telefones: 3023.5399 e 9913.2024.